Operacionalidade

Grupo Cinotécnico de Busca e Salvamento (GCBS)

Em junho de 2015, a Direção e o Comando da AHBVF decidiram constituir o Grupo Cinotécnico de Busca e Salvamento da AHBVF (GCBS).

Esta decisão foi publicada pelo Comando a 03-07-2015, na Ordem de Serviço Interna n.º 27/2015, através da qual se pretendia também aferir os interessados em fazer parte do GCBS.

Em finais de julho de 2015, teve lugar a primeira reunião com os elementos interessados, tendo sido, então, nomeados dois Coordenadores para este Grupo: os Bombeiros de 2.ª Nuno São João e Patrícia Pereira.

O GCBS da AHBVF tem como objetivo principal a intervenção ao nível da busca e salvamento em contexto de acidentes naturais, bem como dar resposta a pedidos de intervenção para busca e salvamento de pessoas desaparecidas, tirando partido do binómio homem/cão.

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Viseu (AHBVV), em resposta a um desafio lançado pela AHBVF, muito prontamente se disponibilizou para colaborar no processo de treino/formação deste Grupo. Assim, e no sentido de se proporcionar um primeiro contacto no terreno, decorreu uma deslocação a Viseu, por parte do GCBS da AHBVF (incluindo um elemento canino - o Macro), no período de 15 de fevereiro a 3 de março de 2017, para que as equipas especializadas das duas Associações pudessem, em conjunto, realizar atividades de formação e intercâmbio de experiências, resultando daí benefícios para ambas.

Mais recentemente, esta AHBVF procedeu à aquisição de duas cadelas “Pastor-alemão” (a Faya e a Kaira), nascidas em agosto do corrente ano, com o Registo no Livro de Origens (LOP). Os canídeos foram adquiridos em Portugal continental, junto de um criador reconhecido pelo Clube Português de Canicultura (Daniel Madeira), tendo chegado à Horta na manhã do dia 7 de novembro de 2017, onde já iniciaram o seu treino de obediência/socialização. Embora o tempo de duração do treino de cada animal seja variável, a expectativa dos Coordenadores do GCBS é a de que, ao fim de um ou dois anos, as duas cadelas estejam aptas a responder às exigências do trabalho.

Atualmente, são oito os elementos que compõem este Grupo Especial, cuja coordenação está a cargo dos Bombeiros 2.ª Carlos Medeiros e Nuno São João:

  1. Bombeiro 2.ª Bruno Azevedo;
  2. Bombeiro 2.ª Carlos Medeiros (Coordenador);
  3. Bombeiro 2.ª Norberto Silva (em integração);
  4. Bombeiro 2.ª Nuno São João (Coordenador);
  5. Bombeiro 2.ª Oleksandr Tymokhin;
  6. Bombeira 3.ª Geni Jorge (em integração);
  7. Bombeiro 3.ª Tiago Silva (em integração);
  8. Bombeiro 3.ª Vítor Bulcão (em integração).

Aos oito elementos acima elencados, acrescem quatro elementos caninos: três cadelas "Pastor-alemão" - a Faya, a Kaira e a Lisi (esta última pertencente ao Bombeiro 3.ª Tiago Silva) -, bem como um cão da raça "Labrador" - o Macro (pertencente ao Bombeiro 2.ª Nuno São João).


Grupo de Salvamento Aquático (GSA)

O Grupo de Salvamento Aquático da AHBVF, abreviadamente GSA, surgiu no ano de 2014.

Integra bombeiros credenciados e treinados para exercer funções no âmbito da prática do mergulho, nadador salvador e condução de embarcações.

Tem por missão o socorro a náufragos e as buscas subaquáticas, designadamente o salvamento de pessoas ou animais em perigo eminente de vida em ambiente aquático, e as buscas no plano de água e subaquáticas para localização de pessoas, animais, equipamentos e materiais, assim como a sua recuperação para a superfície.

Este Grupo pode intervir em estruturas subaquáticas que estejam a colocar em risco pessoas e bens e pode, igualmente, garantir a segurança de atividades desportivas e de lazer que se realizem em ambiente aquático.

O GSA tem vindo a ser solicitado para colaborar com algumas entidades em atividades de cariz ambiental, nomeadamente na limpeza subaquática.

A Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Viseu (AHBVV), em resposta a um desafio lançado pela AHBVF, muito prontamente se disponibilizou para colaborar no processo de treino/formação deste Grupo. Assim, e no sentido de se proporcionar um primeiro contacto no terreno, decorreu uma deslocação a Viseu, por parte do GSA da AHBVF, no período de 15 de fevereiro a 3 de março de 2017, para que as equipas especializadas das duas Associações pudessem, em conjunto, realizar atividades de formação e intercâmbio de experiências, resultando daí benefícios para ambas.

Também já este ano, foi possível a esta Associação adquirir algum equipamento para os elementos do seu GSA, graças a um jantar de angariação de fundos realizado a 18 de março de 2017.

Em maio último, foi realizada a vistoria da embarcação "João Porto" (H-107-AL) da AHBVF, bem como “estreado” o atrelado construído e adaptado pelos elementos do GSA da Associação.

Mais recentemente, procedeu-se à aquisição do motor para a embarcação "João Porto", investimento que augura uma nova era, em termos de operacionalidade, para o GSA da AHBVF.

Atualmente, são 12 os elementos que compõem este Grupo Especial, coordenado pelos Bombeiros 2.ª Luís Riscado e Nuno Prazeres:

  1. 2.º Comandante Paulo Sérgio;
  2. Subchefe Jorge Oliveira;
  3. Bombeiro 1.ª José Goulart;
  4. Bombeiro 2.ª Luís Riscado (Coordenador);
  5. Bombeiro 2.ª Nuno Prazeres (Coordenador);
  6. Bombeiro 3.ª Bruno Monteiro;
  7. Bombeiro 3.ª Franz Hutschenreuter;
  8. Bombeiro 3.ª Ivo Cristo;
  9. Bombeiro 3.ª Tiago Silva;
  10. Bombeira 3.ª Vanda Carmo;
  11. Bombeiro 3.ª Vítor Bulcão;
  12. Estagiária Beatriz Riscado.

Grupo de Salvamento em Grande Ângulo (GSGA)

O Grupo de Salvamento em Grande Ângulo da AHBVF, abreviadamente GSGA, é um Grupo com uma área de intervenção específica, orientada para as operações de busca e salvamento em locais de difícil acesso, onde é necessário recorrer a técnicas em corda/cabo para aí progredir, recuperar ou evacuar vítimas.

Devido à especificidade técnica associada a este tipo de missões, para ingressar no GSGA é necessária formação específica e de carácter facultativo, para além do curso de Formação Inicial de Bombeiros (FIB). Esta formação, ajustada à realidade operacional e geomorfológica dos Açores, centra-se em duas grandes áreas de atuação, sendo estas o Salvamento em Arriba e o Salvamento Urbano.

O GSGA da AHBVF é composto, atualmente, pelos seguintes 18 elementos, tendo o Subchefe Manuel Correia como Coordenador:

  1. Comandante Nuno Henriques;
  2. 2.º Comandante Paulo Sérgio;
  3. Adjunto de Comando Bruno Silveira;
  4. Subchefe Manuel Correia (Coordenador);
  5. Bombeiro 2.ª Carlos Medeiros;
  6. Bombeiro 2.ª Cláudio Remédios;
  7. Bombeiro 2.ª Dário Pacheco;
  8. Bombeiro 2.ª Délcio Dias;
  9. Bombeiro 2.ª Delmar Bettencourt;
  10. Bombeiro 2.ª Emanuel Silva;
  11. Bombeiro 2.ª Luís Serpa;
  12. Bombeiro 2.ª Mário Macedo;
  13. Bombeiro 2.ª Nuno Prazeres;
  14. Bombeira 3.ª Alexandra Oliveira;
  15. Bombeira 3.ª Ana Cebola;
  16. Bombeiro 3.ª Bruno Monteiro;
  17. Bombeiro 3.ª Ivo Cristo;
  18. Bombeiro 3.ª João Oliveira.

Este Grupo Especial conta com uma viatura específica para as suas missões, adquirida a expensas da AHBVF.